Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

10/06/2014 - 16h18

Vamos torcer muito pelo Brasil, mas mantendo a classe

Depois de tanto tempo e confusão chegou o tempo de torcer pelo Brasil. Quem estava contra a Copa azar, agora já foi, devia ter aberto o berreiro lá atrás quando tudo começou. Agora é hora de torcer a favor, de mostrar que nosso pais é mesmo colorido, país do futebol, da alegria e de gente hospitaleira.

É hora de vestir a camisa, comprar bandeira e de se preparar para gritar GOLLLLLLLLL!

Para os que, com razão, acham que o Brasil tem um montão de problemas que poderiam ter sido atenuados com o dinheiro gasto nos estádios, está certo, mas agora não é mais hora disso.

Nesse momento é melhor deixar de ser entediante e ficar criticando o que é sabido que está ruim. Deixar para lembrar da corrupção e de toda a confusão pela qual  o país passa daqui há um mês quando a Copa acabar.

Este é o momento de o brasileiro ser hospitaleiro e mostrar que sabe torcer, ganhar ou perder.

Nisso, poucos privilegiados vão assistir aos eventos em casa acompanhados dos amigos, a maioria dos brasileiros assistirão as partidas no escritório ou num restaurante próximo do trabalho acompanhado dos colegas.

Mas torcer não é nada fácil, manter o espírito esportivo quando a bola começa a rolar nem se fala. Entretanto, quando se assiste futebol no escritório, diferente de estar entre amigos próximos, é preciso não exagerar no comportamento para não pisar na bola.

Para dar uma mãozinha e lembrar o que é uma boa ou não nessa situação, preparei algumas dicas:

Sua disposição para brincadeiras nem sempre é a mesma dos colegas. Antes de começar a amolar com detalhes negativos sobre os craques ou a atuação do time, preste atenção se o momento é adequado.

Torcida uniformizada, camisetas, bonés e bandeiras são ótimos para ajudar na brincadeira e a criar um clima engraçado.

Valem os apitos, vuvuzelas, caxirolas, buzinas e tambores, todos dão o tom da graça para a torcida, desde que bem usados. Sair por aí, no escritório, fazendo barulho sem sentido pega muito mal.

Se durante a torcida for servida bebida alcoólica mantenha-se alerta para não exagerar. Nessas horas é preciso lembrar que deslizes no ambiente de trabalho não pegam bem.

Cuidado com a boca, palavrão e gritos de terror quando a bola chegar perto do gol, só se a situação for crítica ou estiver no limite do sustentável.

De resto, vamos torcer muito, a gente merece o Hexa!

ver mais dicas

Destaques

Currículo
Cuidado na sua redação
Carreira
A Escolha da Profissão
Sabe a diferença?
Recolocação, Outplacement , Headhunting e Coaching
Colunas
Daniela do LagoDaniela do Lago
Cezar TegonCezar Tegon
Eugenio MussakEugenio Mussak
Elaine SaadElaine Saad
Gutemberg de MacêdoGutemberg de Macêdo
Judith BritoJudith Brito
Licia Egger MoellwaldLicia Egger Moellwald
Luiz PagnezLuiz Pagnez
Boletim
Receba por e-mail o boletim do Emprego Certo

É necessário informar um e-mail