Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

Médico mastologista

O MÉDICO MASTOLOGISTA realiza consultas e atendimentos médicos; trata pacientes e clientes; implementa ações de prevenção de doenças e promoção da saúde tanto individuais quanto coletivas; coordena programas e serviços em saúde, efetua perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elabora documentos e difunde conhecimentos da área médica. Formação superior em Medicina com especialização em Mastologia.

+ ver mais

No momento não temos vagas disponíveis para esta profissão.

Realize uma nova busca ou navegue pelas áreas de atuação abaixo.

Médico mastologista

Sinônimos:

  • Cirurgião mastologista
  • Cirurgião de mama

O Médico Mastologista é o profissional da área de saúde responsável pela prevenção e pelo tratamento de enfermidades relacionadas às mamas. Trata pacientes, presta auditorias, perícias e inspeções de saúde e também está apto à realização de intervenções cirúrgicas, implante de próteses e transplante de órgãos ou tecidos. O médico especialista no tratamento das mamas também é responsável pela difusão do conhecimento da área, através de aulas, cursos, palestras ou workshops.

 

Graduação Necessária

 

Para exercer a profissão de Médico Mastologista, o profissional deve ter Ensino Superior completo em Medicina, além de especialização através de residência médica em Mastologia. A residência nessa área requer ainda a especialidade em cirurgia geral. O curso de Medicina tem duração média de oito anos, sendo seis anos de curso regular e dois anos de residência médica. Durante o curso regular o profissional aprende a base teórica, e nos dois últimos anos, atua em plantões supervisionados para que possa escolher em qual área fará a residência médica.

 

Regulamentação da Carreira

 

No Brasil, o exercício da prática médica é regulamentado pela Lei N° 3.268 de 30 de Setembro de 1957 e pelo Decreto nº 44.045, de 19 de julho de 1958, que dispõem sobre a criação dos Conselhos Federal e Regional de Medicina, nos quais os médicos devem ter registro para atuarem legalmente. Além disso, a Resolução Nº 1.772/2005 do Conselho Federal de Medicina, publicada em 14 de agosto de 2005 no Diário Oficial, trata do exercício da medicina por profissionais que tenham Título de Especialista ou Certificado na Área de Atuação e requer que estes obtenham o Certificado de Atualização Profissional. Para isso, os profissionais devem participar de atividades credenciadas de educação médica continuada e obter somatório de 100 pontos em um período máximo de cinco anos.

 

Especializações Possíveis

 

Dentro da área de Mastologia, o profissional pode se especializar em uma subárea ou em uma enfermidade específica, como o câncer de mama. Cursando uma dessas pós-graduações, o profissional se aprofunda nas formas de tratamento e de contágio da doença, tornando-se ainda mais apto a prescrever tratamentos e realizar ações de prevenção em seus pacientes.

 

Aptidões Desejadas

 

São aptidões desejadas ao Médico Mastologista, um bom relacionamento interpessoal e uma boa capacidade para lidar com seus pacientes, buscando sempre se mostrar atencioso, cuidadoso, calmo e paciente. Além disso, deve buscar a renovação constante, sempre se aperfeiçoando e estudando novos métodos de tratamento e novas enfermidades descobertas. O domínio de uma língua estrangeira, preferencialmente o inglês, pode ajudá-lo no exercício da profissão.

 

Campos de Atuação

 

O profissional que atua como Médico Mastologista pode trabalhar em clínicas e hospitais, públicos ou particulares na área administrativa ou na parte de atendimento, de modo regular ou emergencial. Pode também atuar por conta própria, prestando atendimentos em seu consultório, em empresas ou instituições que realizem perícia ou auditoria médica. Outra opção é lecionar na área de atuação, o que pode ocorrer através de instituições de ensino superior ou por conta própria em palestras, workshops e cursos.

 

Certificações

 

O Médico Mastologista pode obter o Título de Especialista em Mastologia (TEMA), através de exame de suficiência promovido pela Sociedade Brasileira de Mastologia. Para poder prestar o exame, o candidato deve comprovar sua formação em medicina, seu registro no Conselho Regional de Medicina, e especialização em Mastologia através de residência médica de, no mínimo, dois anos.