Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

Médico dermatologista

O MÉDICO DERMATOLOGISTA realiza consultas e atendimentos médicos; trata pacientes; implementa ações de prevenção de doenças e promoção da saúde tanto individuais quanto coletivas; coordena programas e serviços em saúde, efetua perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elabora documentos e difunde conhecimentos da área médica. Trata afecções da pele e anexos, empregando meios clínicos, para promover ou recuperar a saúde.

+ ver mais

No momento não temos vagas disponíveis para esta profissão.

Realize uma nova busca ou navegue pelas áreas de atuação abaixo.

Médico dermatologista

O Médico Dermatologista tem como principal função diagnosticar e tratar através de intervenções clínico-cirúrgicas doenças que aconteçam na pele. É também responsável por cuidados em anexos da pele, como cabelos e unha, além de mucosas, a exemplo da boca e dos genitais. Ele deve estar apto para tratar de doenças que se refiram à pele, mesmo que tenham origem em outra parte do corpo, além disso, são cada vez mais requisitados para tratamentos estéticos.

 

Graduação Necessária

 

O Médico Dermatologista deve necessariamente passar pelo curso de graduação de medicina. Com duração de seis anos, o curso possui matérias gerais a todas as especialidades da medicina, a exemplo da histologia e anatomia, assim como disciplinas profissionalizantes, como neurologia, cardiologia e a própria dermatologia, que trazem um pouco de cada uma das especializações da medicina.

 

Regulamentação da Carreira

 

A Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957 dispõe sobre os Conselhos de Medicina, e dá outras providências falando em geral sobre a atuação da classe médica no país.

O Decreto nº 44.045, de 19 de julho de 1958 aprova o regulamento do Conselho Federal e Conselhos Regionais de Medicina, tratados na Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957, os torna responsáveis pela fiscalização e apoio à classe.

 

Especializações Possíveis

 

O cumprimento de Residência Médica após o período da faculdade se caracteriza como uma pós-graduação que especializa o profissional em uma das áreas da medicina. A residência em dermatologia dura pelo menos dois anos, e neles são colocados em prática os conhecimentos obtidos nos seis anos anteriores através do trabalho em clínicas e hospitais auxiliando médicos já experientes.

Já dentro da dermatologia, o profissional pode se especializar em áreas como a Cosmetria, estudando novos cosméticos e seus efeitos na pele; Hanseologia, focada no estudo da hanseníse; e a Cirurgia Dermatológica, onde pode praticar a remoção de cânceres da pele e cancros, por exemplo.

 

Aptidões desejáveis

 

Para um Médico Dermatologista é essencial ter sensibilidade e facilidade no tratamento de pessoas, pois é dessa forma que se obtêm as informações necessárias para um diagnóstico exato. A sua possível atuação em cirurgias também demanda frieza para que as ações durante a operação sejam precisas.

 

Campos de atuação

 

Um Médico Dermatologista pode participar de atividades de pesquisa voltadas para o estudo de novas doenças, tratamentos e métodos relacionados à pele, a exemplo de problemas ligados à exposição solar. Ele também está muito presente em consultórios dermatológicos, tendo em vista a crescente preocupação com essa parte do corpo humano. Além disso, ele também pode atuar em cirurgias nos órgãos cujo tratamento compete a esse profissional.

 

Certificações

 

Não há certificações para Médico Dermatologista.