Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

Médico angiologista

O MÉDICO ANGIOLOGISTA realiza consultas e atendimentos médicos; trata pacientes; implementa ações de prevenção de doenças e promoção da saúde tanto individuais quanto coletivas; coordena programas e serviços em saúde, efetua perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elabora documentos e difunde conhecimentos da área médica. Diagnostica doenças e lesões do sistema vascular, realizando exames clínicos e subsidiários, para estabelecer o plano terapêutico.

+ ver mais

No momento não temos vagas disponíveis para esta profissão.

Realize uma nova busca ou navegue pelas áreas de atuação abaixo.

Médico angiologista

Médico Angiologista é o responsável pelo diagnóstico e tratamento de lesões e doenças do sistema vascular, que inclui veias, artérias e vasos linfáticos. O Angiologista cuida da fase inicial das doenças vasculares, tratando-as clinicamente, além de também realizar o tratamento de prevenção a estas doenças. Uma das doenças vasculares mais comuns são as varizes, que acontecem geralmente nas mulheres. Esta doença, quando está em sua fase inicial, pode facilmente ser tratada por um médico especializado em angiologia, mas no caso de agravamento do quadro clínico do paciente é necessário que haja intervenção cirúrgica, a ser realizada pelo Cirurgião Vascular. O Médico Angiologista e o Cirurgião Vascular trabalham na mesma área, porém prestam serviços diferentes a seus pacientes. O Médico Angiologista também age interferindo na alimentação e nos cuidados físicos do paciente, visando sempre seu bem-estar.

 

Graduação necessária

 

Para o exercício da profissão, é necessária a graduação em Medicina. Após os seis anos de curso, o médico ainda deve fazer dois anos de residência em angiologia clínica para que possa exercer a profissão.

 

Regulamentação da Carreira

 

A profissão de médico, e consequentemente a de médico angiologista, são regulamentadas pelo Decreto Nº 20.931, de 11 de janeiro de 1932. As atribuições constitucionais de fiscalização e normatização da prática médica, bem como de aplicação do Código e Ética Médica, são de responsabilidade do Conselho Federal de Medicina, de acordo com o Decreto Nº 44.045, de 19 de julho de 1958.

Para o exercício da profissão é imprescindível que o indivíduo tenha registro no Conselho Regional de Medicina de onde atua.

 

 

Especializações Possíveis

 

Não há especializações para a profissão de Médico Angiologista.

 

Aptidões desejáveis

 

É essencial que o Médico Angiologista seja dotado percepção visual aguçada para poder detectar, através da anamnese, problemas na circulação do paciente. Também é imprescindível que saiba se comunicar com o paciente de forma clara e objetiva, que aja com paciência para esclarecer suas dúvidas, além de ser sensível às preocupações e queixas do mesmo.

 

Campos de atuação

 

O Médico Angiologista exerce suas funções em setores cujas atividades referem-se à saúde e serviços sociais, ensino, pesquisa e desenvolvimento. Geralmente atua por conta própria, na condição de autônomo, em consultórios médicos, mas também podem se organizar em equipes de trabalho e trabalhar em hospitais ou clínicas médicas. Algumas clínicas voltadas para tratamentos estéticos também dispõem de Angiologistas para o tratamento de varizes.

 

Certificações

 

Não há certificações para a profissão de Médico Angiologista