Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

Médico anestesiologista

O MÉDICO ANESTESIOLOGISTA faz anestesia para cirurgias e exames especializados, administrando substâncias anestésicas, para minorar o sofrimento de pacientes com processos intensos e possibilitar a realização dos referidos exames e intervenções cirúrgicas.

+ ver mais

No momento não temos vagas disponíveis para esta profissão.

Realize uma nova busca ou navegue pelas áreas de atuação abaixo.

Médico anestesiologista

Sinônimos:

  • Médico anestesista

O Médico Anestesiologista é o profissional que deve acompanhar um paciente sujeito a uma cirurgia durante toda a operação, atento ao seu estado clínico. Essa é uma especialidade médica cujo nome sugere um foco muito grande no processo anestésico, que apesar de ser sua função mais importante, representa apenas uma parte de seu trabalho. Antes da cirurgia o Médico Anestesiologista deve fazer uma minuciosa avaliação clínica do paciente para então aplicar a anestesia. Durante a operação ele deve monitorar as respostas do corpo perante as intervenções médicas, e após a cirurgia é seu papel acompanhar o paciente em sua recuperação pós-anestésica.

 

Graduação Necessária

 

O Médico Anestesiologista deve ser graduado em medicina. Essa modalidade de curso superior exige muita dedicação, pois é feito em período integral (manhã e tarde) durante seus seis anos de duração. Nele estão presentes desde matérias básicas como Histologia, Imunologia e Anatomia, a disciplinas mais específicas como Epidemiologia, Semiologia, Urologia e Cardiologia, o que garante um panorama de todas as especializações da medicina.

 

Regulamentação da Carreira

 

A Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957 dispõe sobre os Conselhos de Medicina, e dá outras providências abordando, de uma forma geral, sobre a atuação da classe médica no país.

O Decreto nº 44.045, de 19 de julho de 1958 aprova o regulamento do Conselho Federal e Conselhos Regionais de Medicina, tratados na Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957, tornando-os responsáveis pela fiscalização e apoio à classe.

 

Especializações Possíveis

 

É cada vez mais requisitado o cumprimento de uma Residência Médica logo após o curso de graduação. Ela representa uma modalidade de pós-graduação que têm duração de pelo menos dois anos, durante os quais o médico recém-formado se especializa numa área da medicina, a exemplo da Anestesiologia. Especificamente para essa vertente, os estudantes têm contato com diversas especialidades cirúrgicas, terapia intensiva e o controle da dor com anestesias.

 

Aptidões desejáveis

 

O Médico Anestesiologista deve ser calmo para atuar em situações adversas e que exijam precisão da sua parte. Ele também deve ser cauteloso na coleta de informações e no exame das condições clínicas do paciente, antes, durante, e depois de qualquer processo cirúrgico, pois muitas informações sobre a pessoa que passa pela cirurgia são essenciais para a escolha da anestesia adequada.

 

Campos de atuação

 

Um Médico Anestesiologista tem um extenso mercado na medicina humana para o trabalho em hospitais, mas ele também pode atuar com animais, na medicina veterinária. Em ambas as áreas ele pode atuar especificamente no tratamento de síndromes, no atendimento pré-hospitalar, em terapias intensivas, ou na anestesia cirúrgica em si.

 

Certificações

 

Não há certificações para Médico Anestesiologista.