Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

Designer gráfico

O DESIGNER GRÁFICO concebe e desenvolve obras de arte e projetos de design, elabora e executa projetos de restauração e conservação preventiva de bens culturais móveis e integrados. Para tanto realizam pesquisas, elabora propostas e divulga suas obras de arte, produtos e serviços.

+ ver mais

No momento não temos vagas disponíveis para esta profissão.

Realize uma nova busca ou navegue pelas áreas de atuação abaixo.

Designer gráfico

Sinônimos:

  • Programador visual gráfico

Este profissional é responsável pela elaboração de conceitos visuais e projetos gráficos de informação impressa. Realiza pesquisas voltadas para o contexto sociocultural e econômico de uma ideia, transformando-a em um produto de comunicação publicitária e/ou organizacional, auxiliando na construção de uma identidade visual. Alguns dos produtos feitos pelo Designer gráfico são websites, diagramação de livros, jornais e revistas, embalagens e logotipos de empresas e demais instituições.

 

Graduação necessária

 

O bacharelado em Design tem duração média de 4 anos e oferece habilitação em Design Gráfico, dentre outras áreas, permitindo ao aluno capacitar-se em habilidades específicas, de acordo com o seu perfil. Há também o curso superior para a formação de Tecnólogo em Design Gráfico, com duração de 2 a 4 anos, e que visa desenvolver habilidades em Artes Gráficas, Artes Plásticas, Design de produtos e Internet.

Além do nível superior, algumas instituições oferecem cursos tecnológicos de nível médio, que duram de 1 a 2 anos, e têm um caráter de especialização. No entanto, independente do nível ou duração do curso, as matérias básicas para a formação de um Designer Gráfico são História da Arte, Desenho técnico e artístico, Sociologia e Comunicação Visual.

 

Regulamentação da carreira

 

Não existe uma lei de regulamentação à profissão de Designer Gráfico, no entanto, a mesma consta no Catálogo Geral de Profissões, do Ministério do Trabalho e na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO).

 

Especializações possíveis

 

Não há especializações acadêmicas na área de Design Gráfico, essas ?especializações? variam com a área de domínio e maior habilidade de cada profissional. Dessa forma, existem habilitações em Web Design, Ilustração Digital, Desenvolvimento de Embalagens, Animação e Identidade Visual, entre outras.

 

Aptidões desejáveis

 

O essencial para um Designer Gráfico é a criatividade. Através dela, o profissional pensará em novos conceitos e formas de divulgação do mesmo. Outra aptidão básica é o controle das tecnologias que lhe servirão de ferramentas na construção desse produto, como os programas de editoração gráfica. Esse profissional também deve ser observador, analisando sempre o contexto social de consumo de mensagens, estudando o público para que construa um bom repertório visual e cultural.

 

Campos de atuação

 

O Designer Gráfico pode atuar em agências de comunicação e de publicidade, em editoras, escritórios de design e produtoras. A tendência é que esse profissional inaugure novos ramos de atuação em sua área, como a pesquisa e o empreendedorismo, desenvolvendo projetos inovadores que venham a atender as novas demandas do século XXI.

 

Certificação

 

Não há certificação para a profissão de Designer Gráfico.