Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

Analista de sistemas

O ANALISTA DE SISTEMAS administra o desenvolvimento e implantação de sistemas informatizados, tendo sempre em mente os requisitos e funcionalidades do sistema, especificando sua arquitetura, programas e codificando aplicativos. Analisa o desempenho dos sistemas implantados, reavalia rotinas, manuais e métodos de trabalho, verificando se atendem ao usuário, sugerindo metodologias de trabalho mais eficazes. Gerencia todo o ambiente informatizado e elabora documentação técnica.

+ ver mais
2 anúncios encontrados VER: Detalhes | Lista
 

Analista de Sistemas (1 vaga)

Publicado em 07/11/2016
Atuar com desenvolvimento com Qlikview, banco de dados (modelagem e integridade relacional, SQL), lógica de programação, análise de sistemas, levantamento de requisitos, documentação de projetos, registro de atividades e horas, processos de negócios. Leia mais sobre o anúncio
Empresa:
SEPROL
Cidade:
  • FLORIANOPOLIS/SC (1)
 

Analista funcional (1 vaga)

Publicado em 29/09/2016
Responsável por gerar aplicações informatizadas, desenvolvendo, implantando e mantendo sistemas proprietários, com metodologia ágil. Irá trabalhar em uma consultoria de tecnologia multinacional, localizada na zona Sul de São Paulo. Leia mais sobre o anúncio
Empresa:
Confidencial
Cidade:
  • SAO PAULO/SP (1)
 

Analista de sistemas

Sinônimos:

  • Analista de TI
  • Analista de informática
  • Analista de requisitos
  • Analista de microinformática
  • Analista de tecnologia da informação
  • Analista de infraestrutura
  • Analista de aplicações
  • Analista funcional
  • Especialista em sistemas

O analista de sistemas é aquele que tem como finalidade realizar estudos de processos computacionais para encontrar o melhor e mais racional caminho para que a informação virtual possa ser processada. Este profissional estuda os diversos sistemas existentes entre hardwares e softwares e o usuário final, incluindo seus comportamentos e aplicações. A partir dessa conexão, desenvolve soluções que serão padronizadas e transcritas da forma que o computador possa executar. Os profissionais da área criam programas, que são executados em hardwares operados por usuários, preparados e treinados em procedimentos operacionais padronizados. Em suma, cabe ao analista de sistemas, parte da organização, implantação e manutenção de aplicativos e redes de computadores.

Graduação necessária

Para a profissão de analista de sistemas há uma graduação específica, a Análise de Sistemas, com duração de quatro anos. Entretanto, com surgimento de novos cursos mais específicos que melhor preparam o profissional a estar apto na área em que deseja trabalhar, o curso de Análise de Sistemas foi ficando escasso em diversas universidades, sendo substituído por Sistemas de Informação (o mais comum), Ciências da Computação, Ciências da Informação, entre outros. Esses cursos também possuem a duração de quatro anos e direcionam bem a formação para essa área com matérias como Teoria de Sistemas ou Subsistemas Interconectados que utilizam equipamentos na aquisição, armazenamento, manipulação, gestão, controle, troca, no intercâmbio, na transmissão, ou na recepção da voz e/ou dos dados, além de disciplinas mais gerais.

Regulamentação da carreira

Não há regulamentação para a carreira de Analista de Sistemas.

Especializações possíveis

Com o crescimento da profissão em decorrência do desenvolvimento tecnológico, as áreas de especializações se tornaram vastas e hoje se abriu um leque de atividades em que um analista de sistemas pode atuar. Dentre elas estão: Projetista e Engenheiro de Software, Administrador de Banco de Dados, Analista de Sistemas, Consultor de tecnologias. Estas são áreas segmentadas no que diz respeito às fases do processo de Análise de Sistemas.

Aptidões desejáveis

Além da fluência da língua inglesa e domínio da área de informática, o bom profissional é aquele que consegue estar em constante atualização. É muito importante que o analista tenha a consciência de que a sua área de interesse não pode se limitar à informática e à tecnologia de informação, mas devem abranger também outras áreas de conhecimento, principalmente administração e ciências humanas. Além disso, é sempre bom ter uma boa comunicação, criatividade e bom senso para lidar com as rotinas da profissão.

Campos de atuação

Embora sejam profissões relativamente novas, a análise de sistemas conquistou um espaço relevante no mercado de trabalho. A maioria das demandas da área de Computação está destinada aos profissionais de Sistemas de Informação, que é um segmento da área de Análise de Sistemas. Sendo assim, esta se caracteriza por ser uma forte área no mercado de trabalho, com as atuações mais cobiçadas, ligadas a sistemas de informação gerencial, que agrupa e sintetiza os dados das operações da organização para facilitar a tomada de decisão pelos gestores da organização, e também a de sistemas de informação estratégicos, que integram e sintetizam dados de fontes internas e externas à organização, utilizando ferramentas de análise e comparação complexas, simulação e outras facilidades para a tomada de decisão da cúpula estratégica da organização.

Cerificações

Não há certificações necessárias para a Analista de Sistemas.