Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

17/09/2014 - 16h09

3 Atitudes que todo bom estagiário tem e os outros não

Da redação Emprego Certo

Logo no primeiro ano de faculdade, os alunos começam a buscar um emprego. E com razão. O estágio é a melhor forma de entrar em qualquer empresa. Não se espera experiência profissional ou vastos conhecimentos técnicos das ferramentas relacionadas à área de trabalho.

 

Esse não é um território, porém, para experimentar e testar limites à vontade. Há muito o que considerar se o objetivo futuro é ser parte da empresa como um funcionário fixo. Mas isso não significa que é proibido cometer erros, não há motivo para pânico, eles até são esperados.

 

De acordo com um levantamento do Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios), 47,17% dos estagiários almejam sucesso profissional entre 25 e 30 anos. Ou seja, bastante cedo. E o estágio é o momento crucial em que o supervisor está fazendo uma análise cuidadosa das atitudes do jovem profissional. Baseado nisso, ele vai decidir se vale a pena contratá-lo como um novo funcionário permanente ou não.

 

O importante é encarar a oportunidade como um trabalho e não um teste. Segundo Fernanda Montero, gerente da Cia de Talentos, “o candidato precisa encarar esta experiência como uma vivência profissional séria, não é apenas uma passagem para conhecer aquela área, mas sim um momento para mostrar o tipo de profissional que ele será”.

 

Tampouco é uma situação para hesitar e ter medo a cada passo, mas começar a construir uma ponte que termina no começo da vida profissional futura, já que ela depende disso. Não é nada complicado ou de outro mundo. Algumas dicas simples são fundamentais para garantir uma ótima primeira experiência em qualquer empresa.

 

Entenda o tripé criado por Fernanda Montero:

 

1.     Seja proativo

Isso significa não se limitar apenas ao que é pedido. É essencial mostrar que se pode ir além do que é esperado, ter boas ideias e sugerir soluções para os problemas que surgem dentro do setor. É isso o que diferencia um profissional do outro. Além de ajudar a aproximar o processo de trabalho do supervisor, que muitas vezes não pode acompanhá-lo tão de perto.

 

2.     Demonstre interesse e disponibilidade

É importante envolver-se em vários projetos. Sem, obviamente, tentar fazer mais do que se é capaz e comprometer os resultados. Mostrar interesse em participar já ajuda a criar uma imagem de alguém que aceita desafios e sabe aproveitar todas as oportunidades de aprendizado. E isso não será esquecido no futuro.

 

3.     Tenha comprometimento

Ou seja, cumprir tarefas entregando o melhor resultado possível. Isso não significa fazer milagres. Você pode ter dúvidas e pedir ajuda, mas o resultado final precisa ser o seu melhor. A importância disso é que o trabalho inspire confiança nos colegas e superiores, o que numa empresa é fundamental para o sucesso. “O profissional comprometido vai em busca do que não sabe para garantir a entrega final. Com certeza, se eu confio na entrega deste profissional, vou contar com ele em projetos que são importantes para a empresa”, completa.

 

ver mais dicas

Destaques

Currículo
Cuidado na sua redação
Carreira
A Escolha da Profissão
Sabe a diferença?
Recolocação, Outplacement , Headhunting e Coaching
Colunas
Daniela do LagoDaniela do Lago
Cezar TegonCezar Tegon
Eugenio MussakEugenio Mussak
Elaine SaadElaine Saad
Gutemberg de MacêdoGutemberg de Macêdo
Judith BritoJudith Brito
Licia Egger MoellwaldLicia Egger Moellwald
Luiz PagnezLuiz Pagnez
Boletim
Receba por e-mail o boletim do Emprego Certo

É necessário informar um e-mail