Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

20/02/2013 - 16h22

Marketing Pessoal: Aprenda a vender a si mesmo!

As vezes você faz tudo certo na empresa, mas esquece-se do seu marketing pessoal.

 

A capacidade de vender (o que quer que seja) é um dos grandes segredos do sucesso. Todavia, esse conceito encontra ampla resistência em pessoas que veem a ideia da venda como algo pejorativo e negativo. Digo em meus cursos e treinamentos: “Você precisa, em primeiro lugar, aprender a vender você mesmo!”.

 

Ninguém atinge o sucesso sozinho. Sempre precisamos do apoio de pessoas chave ao longo do caminho. Essas pessoas, porém, não são obrigadas a saber que você vale a atenção e o apoio delas, você precisa convencê-las disso!

 

Quanto mais nós dominarmos a arte da venda (que nada mais é do que pura persuasão), mais bem sucedidos seremos naquilo que queremos, seja na vida pessoal ou na vida profissional.

 

Pense nisso. Se você é daqueles que se consideram péssimos vendedores, que acham que morreriam de fome se tivessem que viver de vendas, reflita sobre este artigo. Essa sua falta de habilidade em vender o seu peixe não está impactando negativamente suas conquistas na vida?

 

Descrevo abaixo algumas dicas para você potencializar ainda mais seu marketing pessoal:

 

Conheça seus pontos fortes e fracos e busque potencializar e mostrar os fortes e melhorar os fracos. Só se conhecendo plenamente é que terá segurança para vender seu peixe na empresa.

Procure saber o que o mercado precisa para assim se atualizar e se tornar mais competitivo. Esteja a par do valor de mercado de sua atividade profissional. Sabendo quanto vale seu “passe” no mercado é que poderá negociar melhores condições dentro da própria empresa ou alcançar novas posições em outras organizações.

Faça adaptações do seu currículo de acordo com quem vai recebê-lo, para torná-lo mais eficiente. Reveja regularmente seu currículo para mantê-lo atualizado e competitivo.

Importante que goste de se relacionar e se sinta bem com pessoas de outras áreas. Procure manter contatos profissionais com outras empresas também, com empresas de recolocação para não perder oportunidades.

Pense num plano de desenvolvimento para sua carreira para os próximos 5 anos. Assim ficará atento as oportunidades que poderão te deixar mais perto de suas metas.

No trabalho, busque visibilidade. Seja o primeiro a levantar a mão quando o chefe precisa de um voluntário.

Tenha paciência para entender a dinâmica da empresa, que nem sempre as promoções acontecem na velocidade que imagina ou acredita merecer.

Marketing pessoal é um hábito, e você precisará de tempo para se habituar com esta nova maneira de agir em sua vida, portanto, corra!

 

Com estas atitudes você certamente receberá apoio da chefia e atenção dos colegas. Será reconhecido e valorizado por suas ações.

Agora, se na sua empresa ter estas ações as pessoas o enxergarão como uma ameaça, então provavelmente você está trabalhando numa empresa medíocre. Neste caso, não adianta mudar a empresa, é melhor que você mude de empresa.

ver mais dicas

Destaques

Currículo
Cuidado na sua redação
Carreira
A Escolha da Profissão
Sabe a diferença?
Recolocação, Outplacement , Headhunting e Coaching
Colunas
Daniela do LagoDaniela do Lago
Cezar TegonCezar Tegon
Eugenio MussakEugenio Mussak
Elaine SaadElaine Saad
Gutemberg de MacêdoGutemberg de Macêdo
Judith BritoJudith Brito
Licia Egger MoellwaldLicia Egger Moellwald
Luiz PagnezLuiz Pagnez
Boletim
Receba por e-mail o boletim do Emprego Certo

É necessário informar um e-mail