Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

31/07/2012 - 16h38

Liderança tem a ver com gratidão?

Dois atributos encontrados no DNA dos grandes campeões

 

Ao comemorar grandes conquistas, a tendência da maioria das pessoas é falar sobre as dificuldades enfrentadas até chegar ao topo, como superaram as dificuldades, quais as pessoas que prejudicaram de alguma forma seu trabalho, como se livraram dos contratempos, etc.. Neste momento de empolgação, típica de quem acabou de vencer, não é difícil esquecer de falar de quem as ajudou.

A exceção para esta regra, são os verdadeiros campeões, eles quando celebram grandes conquistas, lembram e destacam quem os ajudou a chegar lá. Agindo assim, além de fazerem "justiça" mantém por perto pessoas importantes e dispostas a ajudar.

Ter uma rede de relacionamentos ativa e disposta a contribuir é um dos grandes segredos dos verdadeiros campeões, que não por acaso em geral se mostram grandes líderes. Exemplos não faltam para confirmar esta realidade, hoje citarei dois deles, por terem conquistas importantes, conhecidas por todos e bem recentes, além de serem emblemáticas.

O primeiro exemplo é o Tite, não preciso falar da dimensão de sua conquista até porque acho que ainda é imensurável. Além de ganhar a Libertadores, que por si só já é uma conquista impar, o Tite ganhou sendo invicto, com o time super ajustado ... ganhou  pelo Corinthians – que sonhava a anos com esse título. Superou o Santos de Neymar na semi final (tido por muitos como o melhor time da América) e na final venceu o Boca (tido como o "papão" de Libertadores). A magnitude dos fatos que levaram a esta conquista são tão relevantes que posso apostar que estará entre os 3 maiores destaques do esporte na América Latina em 2012.

O segundo exemplo é o Felipão, que conquistou a Copa do Brasil, outro campeonato que só pela conquista e importância merece destaque, mas ele foi além da “simples” conquista, foi campeão invicto com um time considerado limitado tecnicamente, além disso lidou com situações políticas internas e com muita pressão já que não conquistava um título de maior importância a 13 anos e vinha sonhando em voltar a disputar a Libertadores.

A maioria das pessoas no lugar deles, agradeceria os atletas, a comissão técnica, as pessoas mais próximas no clube, a direção, o presidente e contariam as dificuldades e como as superou e já estava bom né? Afinal nestas horas todos querem os flashes e os holofotes em si. Certo? Errado! Nem todos.

Os verdadeiros campeões ... os lideres de fato, como o Tite e o Felipão, no momento das grandes conquistas, também agradecem "todos mais próximos", mas além disso agradecem quem está longe, quem ajudou na conquista e ninguém sabia e teoricamente "não precisava" ser lembrado.

Essa parte só os nobres campeões sabem fazer! E fazem de forma exemplar, vejam os fatos no caso do Tite e do Felipão:

O Tite falou que a ajuda do Abel Braga foi fato muito importante para a sua conquista. Abel treinador do Fluminense e que recentemente havia sido eliminado pelo Boca deu dicas, contou "segredos", deu sugestões, etc. e claro ajudou na conquista do Tite. O que chama atenção é que mesmo o Tite citando este fato, ele teve pouco destaque e tenho certeza que muita  gente ainda não sabia disso. O mais importante para o Tite é que o Abel que foi quem o ajudou, ouviu isso e com certeza ficou orgulhoso pela contribuição e sempre estará disposto a contribuir!

O Felipão, da mesma forma, destacou que a contratação do Betinho, jogador de atuação decisiva nas finais - que marcou um gol e sofreu um pênalti, foi avalizada pelo Marcio Araújo, que trabalhou com o jogador no São Caetano e na época da contratação ao ser questionado pelo Felipão, além de "dar o seu aval" deu dicas sobre a personalidade do atleta e de como aproveita-lo melhor. O que chama atenção mais uma vez, é que mesmo o Felipão citando este fato a mídia deu pouquíssimo destaque. Com certeza o Marcio ficou orgulhoso por ser lembrado e contribuirá novamente!

E você tem essa atitude nobre que tiverem o Tite e o Felipão quando tem conquistas?

Com o mercado de trabalho aquecido as oportunidades tendem a surgir com maior frequência e se você for um dos "premiados" com uma conquista - uma promoção, um aumento salarial, a conquista de um emprego melhor, uma venda importante, uma barreira superada na carreira ou na família, etc., comemore muito e não esqueça de relembrar sua trajetória até a conquista e principalmente não deixe de agradecer e enaltecer quem contribuiu para que ela fosse possível.

Depois de refletir um pouco sobre isso, lembrar das dicas dos seus primeiros chefes, das broncas, de como isso te ajudou ou lembrar dos seus clientes mais exigentes (internos ou externos) que te cobraram e que te deram “pistas” de como fazer melhor ou ainda lembrar dos colegas para os quais você ligava quando precisava saber como fazer algo .... depois de relembrar tudo isso, ligue para eles ou mande um SMS ou um e-mail, conte sobre suas conquistas e ressalte a importância de suas contribuições em sua conquista. Tenho certeza que eles ficarão felizes e orgulhosos por terem sido lembrados e saiba que quando precisar estarão ali com você novamente.

Vejam se estão agindo como verdadeiros campeões, compartilhado e agradecendo suas conquistas com quem contribuiu para que elas fossem possíveis ou então viverão conquistas solitárias e de pouco valor real.

ver mais dicas

Destaques

Currículo
Cuidado na sua redação
Carreira
A Escolha da Profissão
Sabe a diferença?
Recolocação, Outplacement , Headhunting e Coaching
Colunas
Daniela do LagoDaniela do Lago
Cezar TegonCezar Tegon
Eugenio MussakEugenio Mussak
Elaine SaadElaine Saad
Gutemberg de MacêdoGutemberg de Macêdo
Judith BritoJudith Brito
Licia Egger MoellwaldLicia Egger Moellwald
Luiz PagnezLuiz Pagnez
Boletim
Receba por e-mail o boletim do Emprego Certo

É necessário informar um e-mail