Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

18/05/2012 - 19h30

Despedida na empresa, como deixar as portas abertas

Mesmo quando se está pedindo demissão ou sendo demitido da empresa, a despedida é quase sempre um momento difícil na vida de um funcionário porque envolve forte carga emocional, mudanças, ansiedade e incertezas.  Essa situação exige muito equilíbrio e jogo de cintura para não fechar as portas na empresa. Ser ético é a solução em qualquer situação.

Já diz o famoso ditado: “O mundo é pequeno e dá voltas” e no mercado de trabalho, é fácil as pessoas se conhecerem e se cruzarem com frequência. Quem, por acaso, não trabalhou com um novo companheiro que, coincidentemente, mantinha contato estreito com seus ex-chefes  ou ex-colegas de empresa?

Além disso, uma vez que seus ex-colegas podem ser seus futuros colegas novamente, manter um bom relacionamento e bons contatos é fundamental para seu networking. Portanto, todo cuidado é pouco!

Se você pedir demissão: A primeira atitude é estar certo da sua decisão. Se você ainda tem dúvidas se aceita ou não o novo cargo, converse antes com amigos e parentes.  “Nunca pergunte ao seu superior se você deve sair ou não. Isso pode soar como um leilão”.

A primeira atitude após decidir em deixar a empresa é marcar uma reunião, em um momento propício, para comunicar a sua decisão. Pondere bem o que dizer ao chefe quando for deixar a empresa. Suas palavras certamente serão determinantes para o sucesso ou o fracasso em manter as portas da empresa abertas para uma possível volta. Tenha argumentos racionais e objetivos que expliquem a sua saída. Esteja preparado, seu chefe pode lhe propor aumento de salário, mudança de área, promoção ou nada disso.

É muito importante que você agradeça e elogie a empresa que você está deixando, sem mentir.  Jamais  saia falando mal da empresa ou chefe. Metralhar a empresa com um monte de críticas e apontar tudo o que não funciona pode ser muito ruim para o profissional e fechar diversas portas. No entanto, críticas pontuais que expliquem a sua saída devem ser ditas, sim, como assédio moral, descumprimento de algo conversado com o RH, falta de perspectivas de crescimento e desenvolvimento. Deixe que seu chefe faça a comunicação a seus colegas. Essa atitude evita crises, fofocas e mal estar entre os que vão ficar.

Mas cuidado para não dar tiro no pé, desabafar suas frustrações para chefe como: "estou indo embora porque aqui ninguém nunca valorizou meu trabalho" ou “prefiro recomeçar minha carreira do que trabalhar para alguém como você”, podem funcionar como um momento de descompressão para quem diz que o levará a uma grande armadilha.

Se você for demitido: Saiba que demissão nem sempre é sinônimo de incompetência. Muitas vezes a demissão pode ser reflexo de um corte de gastos ou  reestruturação  e não estar necessariamente ligada ao desempenho do profissional. A melhor saída neste momento é tentar entender a situação. Peça ao seu chefe um feedback para fazer uma autocrítica, refletir e tentar melhorar, caso a demissão seja resultado de sua atuação como profissional.

Nada de se sentir injustiçado ou pior, agir com imprudência e arrogância, menosprezando a companhia para a qual prestou seus serviços. Esta é, definitivamente,  a destruição das portas que poderiam permanecer abertas para você.

Uma atitude equilibrada na hora do desligamento pode contar pontos a seu favor e ser um impulso para futuras indicações em outras empresas.

E lembre-se: Ninguém sabe quem poderá ser o seu chefe ou colega de trabalho amanhã.

Um grande abraço a todos vocês.

ver mais dicas

Destaques

Currículo
Cuidado na sua redação
Carreira
A Escolha da Profissão
Sabe a diferença?
Recolocação, Outplacement , Headhunting e Coaching
Colunas
Daniela do LagoDaniela do Lago
Cezar TegonCezar Tegon
Eugenio MussakEugenio Mussak
Elaine SaadElaine Saad
Gutemberg de MacêdoGutemberg de Macêdo
Judith BritoJudith Brito
Licia Egger MoellwaldLicia Egger Moellwald
Luiz PagnezLuiz Pagnez
Boletim
Receba por e-mail o boletim do Emprego Certo

É necessário informar um e-mail