Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

03/10/2011 - 22h45

Que perguntas fazer a um headhunter por ocasião de uma entrevista

 

“Os headhunters descobrem o profissional ideal para o preenchimento de uma posição, não a posição ideal para o candidato em potencial. Lembre-se sempre disso quando se sentir lisonjeado pelo telefonema de um headhunter com um cargo tentador que deseja preencher.”

 

Andrew Finlayson, jornalista e diretor de notícias do KTVU Channel Two em

São Francisco, Califórnia, EUA - Questions That Work, 2001

 

Tenho advogado nesse canal de comunicação o valor do preparo pleno por parte de todos os profissionais que competem por uma posição no concorrido mercado de trabalho, quer estejam empregados ou não. Não há nenhuma diferença entre esses. Todos estão sob avaliação dos entrevistadores e do próprio mercado.

 

Sabemos que vivemos em ambiente empresarial que procura identificar, recrutar, selecionar e contratar os melhores candidatos para preenchimento de suas posições. Portanto, quanto mais preparo os candidatos exibirem na condução de suas entrevistas, maiores serão as suas chances de sucesso.

 

Headhunters, também conhecidos como “caça cabeças”, são  instrumentos de extrema importância para quem deseja mudar de emprego ou para profissionais em transição de carreira. Eles estão entre os três canais mais importantes na prospecção de trabalho.

 

Portanto, todo o cuidado é pouco ao abordá-los, ao serem entrevistados, ao discorrerem sobre suas trajetórias profissionais, formação acadêmica, objetivos pessoais e profissionais, realizações mais importantes e especialmente  sobre que  perguntas fazer durante a entrevista, entre outras questões.  

 

É sabido que perguntas inteligentes, bem formuladas e feitas de maneira educada impressionam os headhunters. Elas transmitem a noção de preparo, respeito ao tempo do entrevistador e inteligência. Além disso, elas  transmitem informações vitais sobre o grau de maturidade, vitalidade e autoconfiança do profissional.

 

É importante destacar que algumas perguntas nunca devem ser feitas aos headhunters:

 

  • Quais as reais chances de sua contratação pelo cliente?

 

  •  Como o headhunter avalia a estética e conteúdo  do seu curriculum?

 

  • Que conselhos o headhunter pode fornecer sobre o desenvolvimento de sua carreira?

 

  • Qual é o nome da empresa que você representa?

 

 

As perguntas devem ser previamente pensadas e planejadas. Primeiramente é importante ouvir o entrevistador e entender o que ele está comunicando. Só assim você poderá identificar o exato momento para inserir a sua pergunta. É importante não se afobar, não dominar e muito menos fazer perguntas indevidas. Caro leitor, aqui estão  exemplos de perguntas que devem ser feitas ao headhunter.

 

  • Como tomou conhecimento de meu nome?

 

  • Que informações tem sobre a minha trajetória profissional?

 

  • Há quanto tempo sua empresa procura o profissional?

 

  • Por que esta posição está em aberto?

 

  • O que a empresa cliente espera do profissional a ser contratado?

 

  • Essa é uma posição nova ou é uma mera substituição?

 

  • Por que o profissional que ocupava a posição não deu certo?

 

  • Que características mais importantes  a empresa-cliente valoriza?

 

Caro leitor, essas perguntas não esgotam o arsenal de questões a serem feitas ao headhunter. Elas são apenas exemplos para sua reflexão. O ideal é que você se coloque numa posição de controle do processo seletivo e saia vitorioso da entrevista. 

 

Aqui vale lembrar as palavras de advertência de Henry Bérgson, “Pense como um homem de ação, aja como um homem de reflexão.”

 

O profissional que não se prepara para uma entrevista não sabe reagir de forma planejada e concreta. Fica restrito à condução do entrevistador. Perde a oportunidade de mostrar seu interesse, sua sagacidade e sua curiosidade em relação a algo que deveria ser de suma importância para si mesmo: a sua carreira.

 

Perde ainda, a oportunidade de adquirir informações e formar impressões à respeito das novas condições de trabalho que lhe estão sendo apresentadas para tomar uma decisão mais sábia e realista.

ver mais dicas

Destaques

Currículo
Cuidado na sua redação
Carreira
A Escolha da Profissão
Sabe a diferença?
Recolocação, Outplacement , Headhunting e Coaching
Colunas
Daniela do LagoDaniela do Lago
Cezar TegonCezar Tegon
Eugenio MussakEugenio Mussak
Elaine SaadElaine Saad
Gutemberg de MacêdoGutemberg de Macêdo
Judith BritoJudith Brito
Licia Egger MoellwaldLicia Egger Moellwald
Luiz PagnezLuiz Pagnez
Boletim
Receba por e-mail o boletim do Emprego Certo

É necessário informar um e-mail