Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

11/08/2011 - 18h18

Vou almoçar com o chefe, e agora?

Unir ainda mais a equipe, criar sinergia para que o clima na empresa fique cada vez mais agradável. Essa é a proposta de um almoço de trabalho. Normalmente, o almoço entre os colegas da empresa tem o intuito de promover a integração entre aqueles que trabalham juntos diariamente. Mas e quando o convite vem do chefe?

 

Sozinho ou com toda a equipe, o almoço com o chefe pode ser uma oportunidade única, mas é preciso ficar atento para não cair em armadilhas que podem prejudicá-lo:

 

Chegue no horário combinado - pontualidade é fundamental


Ser pontual é uma questão de responsabilidade e profissionalismo. Afinal, trata-se de um almoço de trabalho com horário pré-definido. Chegue no horário combinado, mesmo que seu chefe tenha o mau hábito de chegar atrasado às reuniões da empresa. Cá entre nós, é melhor que você fique esperando pelo seu chefe atrasado do que fazê-lo esperar por você. 

 

O que falar?


É importante conhecer o objetivo central do almoço. Se for estritamente profissional, como discutir suas atividades ou novos projetos do departamento, então esse deve ser o tema dominante ao longo de toda a refeição. Caso contrário, é perfeitamente plausível que fale de outras coisas que não somente o trabalho.

 

Almoçar com o chefe pode ser uma excelente oportunidade para que vocês se conheçam melhor, mas, existem limites devem ser respeitados. Não esqueça que este almoço não passa de um encontro profissional, por isso, evite revelar detalhes sobre a sua vida pessoal e, claro, fazer perguntas indiscretas. O silêncio nem sempre é ruim, principalmente se tiver nervoso ou sem assunto. Temas da atualidade ou relacionados com o mercado da empresa podem ser abordados.

 

Mesmo em um almoço descontraído, posso ser avaliado pelo meu chefe?


Provavelmente seu chefe estará observando você a todo o momento e bom senso é a palavra chave. Mantenha sempre uma postura profissional e madura, tenha cuidado com piadinhas e outras brincadeiras aparentemente inofensivas.

 

A ideia não é agir de uma forma “robotizada” ou ficar na defensiva, mas é importante para pensar antes de agir e não confundir assuntos.

 

Posso falar sobre meus objetivos profissionais?


Mais uma vez o bom senso é a palavra chave. Este almoço pode ser uma excelente oportunidade para falar sobre suas ideias e projetos futuros. Procure falar sobre seus estudos, os planos de novos cursos que deseja investir para sua carreira.

 

Mas lembre-se: ninguém gosta de quem reclama demais. Não é o momento para ficar lamentando que está trabalhando demais e ganhando pouco. Muito menos gabar-se do quão maravilhoso profissional você é. Pense na troca, deixe seu chefe te conhecer e faça perguntas para conhecê-lo também.

 

O peixe morre pela boca!


Estar frente a frente com o seu chefe em um restaurante pode revelar-se constrangedor. Muitas vezes queremos logo “quebrar o gelo”. Provavelmente seu chefe vai perguntar coisas sobre você, com objetivo de te conhecer melhor e claro para saber se pode investir e contar com você no futuro. Falar que quer abrir seu próprio negócio, que está trabalhando na empresa por período passageiro ou que seu objetivo é acumular dinheiro suficiente para viajar e mudar de país pode ser prejudicial a você.  

 

Se o seu chefe lhe fizer perguntas diretas sobre a empresa, sobre o seu trabalho e a equipe, procure responder sempre da forma mais diplomática e profissional possível. Além disso, não caia na tentação de expor fofocas do escritório ou queixar-se dos colegas do seu departamento. Se seu chefe fizer algum comentário em tom “maldoso” sobre alguém, sorria, diga que não tinha pensado sobre o assunto sob aquele ângulo e não contribua com a fofoca.

 

O menos é mais!


Não sou especialista em etiqueta e nem é o objetivo central deste artigo, mas algumas premissas não podem ficar de fora, entre elas: Não atenda chamadas telefônicas durante o almoço, a velha premissa de quem está presente tem prioridade é válida. Ficar “twittando” durante o almoço, tirar foto do prato escolhido para postar no facebook pode ser constrangedor.

 

Procure não pedir o prato mais caro do cardápio. Peça algo que não vá se arrepender de comer depois.

 

Não peça bebida alcoólica, mesmo que seu chefe diga para você acompanhá-lo. Afinal de contas você voltará ao trabalho normalmente após o almoço.

 

No final da refeição, é natural que seu chefe pague a conta, não se sinta mal com isso e não fique insistindo para dividir a conta. Afinal quase sempre quem convida é quem paga a conta, portanto, agradeça e aproveite o momento!

 

ver mais dicas

Destaques

Currículo
Cuidado na sua redação
Carreira
A Escolha da Profissão
Sabe a diferença?
Recolocação, Outplacement , Headhunting e Coaching
Colunas
Daniela do LagoDaniela do Lago
Cezar TegonCezar Tegon
Eugenio MussakEugenio Mussak
Elaine SaadElaine Saad
Gutemberg de MacêdoGutemberg de Macêdo
Judith BritoJudith Brito
Licia Egger MoellwaldLicia Egger Moellwald
Luiz PagnezLuiz Pagnez
Boletim
Receba por e-mail o boletim do Emprego Certo

É necessário informar um e-mail