Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

29/07/2011 - 12h58

Estou desmotivado no trabalho! Como saio dessa?

Há dias em que você vai para o trabalho satisfeito e motivado. Há outros, porém, em que tudo o que mais queria era ficar em casa. Neste dia a tal da desmotivação aparece e nos sentimos “anestesiados” perante qualquer atividade na empresa.

 

A motivação é “motivo para ação”, uma razão para fazer alguma coisa. Ela está sempre presente. Pode ser boa ou ruim, no entanto invariavelmente está lá. Acontece no momento. Não é algo que possamos comprar numa caixa ou numa garrafa e colocar na prateleira.



Pois bem, é isso mesmo: a motivação é de dentro para fora. Agora, se é de dentro para fora, porque ficamos desmotivados?  Para entendermos por que isso acontece, vou falar de dois paradigmas da motivação que ainda percorrem algumas empresas por onde passo:



1 - O de esperar que a motivação venha dos outros

Muitas pessoas têm problemas em localizar e identificar situações de desmotivação no trabalho. E em muitos casos acabam buscando culpados para punir, como o chefe por exemplo. Será que isto está acontecendo com você?

O bom chefe deve sim gerar o estímulo correto para que seus funcionários tenham “motivo para ação”, mas a verdade é que ele não poderá fazer nada por ninguém. Como já sabe, a motivação vem de dentro eo único responsável por sua motivação é você mesmo!



2 - O de ter a crença que motivação é sinônimo de sucesso

Todos passamos por momentos em que começamos a duvidar do nosso trabalho e das nossas capacidades. E nem é necessário as coisas estarem a ir por um mau caminho para isso acontecer. Ter sucesso nem sempre é sinônimo de motivação. Muitas vezes é o contrário. O desafio para alcançar determinado resultado pode te motivar e o sucesso é consequência desta caminhada. Não é o sucesso que traz a motivação e sim a motivação que traz o sucesso!

E como reverter essa situação de desânimo? Minha desmotivação tem “cura”? É preciso dominar esse desânimo com um poder muito grande de automotivação. Essa força vem de dentro de você. É preciso reencontrar os motivos para vencer e para superar os obstáculos do dia a dia.

Só há uma maneira de ficar motivado: agir! Se formos esperar ter as condições ideais primeiro, para depois nos motivarmos, jamais nos motivaríamos com coisa alguma, pois sempre temos razões ficarmos desmotivados. Por isso seguem três passos para você reverter esse desânimo na empresa:

 

  • Verifique se seus valores estão alinhados com os da sua empresa: Os valores são parâmetros que decidimos o que é importante ou não em nossas vidas. Eles são onde você gasta seu tempo, dinheiro e energia. Seus valores devem ajudá-lo a definir suas escolhas diárias.  Os valores da sua empresa determinam o comportamento das pessoas independentemente de seu tamanho, origem ou segmento de mercado. Somente quando seus valores e ação estão alinhados, é que você tem integridade. Por esse motivo é fundamental que os seus valores estejam alinhados com os da sua empresa, caso não estejam congruentes, esta pode ser uma das razões de sua insatisfação.

 

  • Tenha objetivo claro de vida. Onde quer estar? Pense no futuro e tenha perspectiva. Quando não se sabe qual destino da viagem, não há razão para seguir sua caminhada, não é mesmo? Isso geralmente acontece quando o profissional pensa somente no emprego, ao invés de pensar em uma carreira. Quando se pensa em emprego, em trabalho, no cotidiano, no dia-a-dia, você tem a sensação de "curto prazo". Para definir seu objetivo de vida, saiba o que o sucesso representa para você. Afinal de contas o que motiva seu colega com certeza é diferente do que te motiva.

 

  • Aumente sua capacidade para lidar com a adversidade: Todo profissional passa por várias adversidades, mas nem sempre está equipado para lidar com elas. Reagimos de acordo com a capacidade de controlar nossas respostas perante as dificuldades do dia a dia. O objetivo é determinar qual parte da situação você é responsável por melhorar. O quanto você se responsabiliza pela situação, não interessa quem é o culpado e sim como pode resolver. O quanto exerce o seu papel na recuperação de algo, independente quem causou. Por isso que ter objetivo é muito importante para se manter motivado. A grande questão é como obter mais motivação nas áreas em que desejamos. Como nos tornarmos – e os que estão mais próximos a nós – mais estimulados a perseguir realizações profissionais e nos negócios.

 

ver mais dicas

Destaques

Currículo
Cuidado na sua redação
Carreira
A Escolha da Profissão
Sabe a diferença?
Recolocação, Outplacement , Headhunting e Coaching
Colunas
Daniela do LagoDaniela do Lago
Cezar TegonCezar Tegon
Eugenio MussakEugenio Mussak
Elaine SaadElaine Saad
Gutemberg de MacêdoGutemberg de Macêdo
Judith BritoJudith Brito
Licia Egger MoellwaldLicia Egger Moellwald
Luiz PagnezLuiz Pagnez
Boletim
Receba por e-mail o boletim do Emprego Certo

É necessário informar um e-mail