Não tem cadastro? Clique aqui!

Já tem cadastro? Entre aqui

  • BUSCAR
Busca avançada de vagas

Limpar campos

01/12/2009 - 11h10

Então você deseja mudar de carreira

Todo profissional, se bem ou mal-sucedido, já pensou em mudar o curso de sua carreira em algum momento da vida. Alguns o fizeram com plena sabedoria e se deram extremamente bem. É o caso, por exemplo, de Howard Schultz que deixou um emprego em que ganhava setenta e cinco mil dólares por ano em 1987 para trabalhar em nova empresa, onde passou a ganhar apenas vinte e cinco mil dólares por ano. Essa empresa é conhecida hoje, mundialmente, como Starbucks. Outros há, que a despeito de seu glamour e reputação no mercado de trabalho, naufragaram de maneira vertiginosa e vergonhosa ao mudarem o curso de sua carreira.

Um dos exemplos mais notáveis e tristes é o de John De Lorean, um dos mais jovens ex-vice-presidente da General Motors Corporation que, ao abdicar de sua bem-sucedida carreira executiva para se aventurar na constituição de negócio próprio - uma indústria de carros esportivos na Irlanda - além de perder tudo, acabou sendo preso em Hotel da Califórnia sob a alegação de que estava traficando cocaína para pagar suas dívidas. Mas há também aqueles que durante anos a fio sonharam em mudar o curso de sua vida e carreira, porém nunca realizaram tal mudança. Eles se tornaram eternos sonhadores. Tiveram centenas de ideias todos os dias, mas não souberam o que fazer com elas.

Nos dias atuais, observamos que o desejo de mudança se acentua cada vez mais no meio executivo pelos motivos mais distintos: desilusão com a carreira executiva, desejo de empreender algo novo, ter uma vida mais balanceada e com menor nível de estresse, ou simplesmente mudar por mudar. Esta última é a maneira mais inconsequente para encarar e consolidar uma mudança por menor que ela seja.

Quando conversamos com muitos desses profissionais sobre o assunto, descobrimos que eles agem muitas vezes de maneira precipitada, fantasiosa e irresponsável. Como em um jogo de quebra cabeça, eles têm apenas algumas poucas pedras e ainda assim desejam mudar. Portanto, têm tudo para se tornarem mal-sucedidos em seus empreendimentos.

Portanto, gostaria de chamar sua atenção sobre algumas armadilhas que podem comprometer o seu projeto de mudança:

  • Fantasiar o futuro. No momento em que você desejar verdadeiramente empreender uma mudança em sua vida e carreira seja realista e racional. Sonhar grandes sonhos é extremamente importante. Mas não se esqueça de sonhar com os olhos abertos.
     
  •  

     

  • Descuidar de fazer um planejamento detalhado sobre que tipo de mudança deseja empreender. Assim, eles agem de improviso e sem qualquer reflexão aprofundada sobre o futuro.
     
  •  

     

  • Escolher de maneira errada a nova carreira ou negócio. A maioria dos profissionais erra simplesmente porque não sabe ou não quer pensar.
     
  •  

     

  • Gastar mais do que ganha. A reserva financeira é extremamente importante na hora de contemplar uma mudança na carreira profissional ou na vida em geral. Todo profissional deve ter no mínimo o equivalente a dois anos de salário em poupança.
     
  •  

     

  • Sentir medo sobre o que lhe reserva o futuro. O medo, como sabemos, gera uma força extremamente negativa, pois faz duvidar de sua própria competência, do preparo para empreendê-la, do apoio que receberão da família, do acerto de sua decisão, entre outras.

    Mas é possível se proteger dessas e de outras armadilhas por ocasião do empreendimento da mudança. Eis aqui algumas recomendações:
     
  •  

     

  • Implemente sua mudança de carreira apenas após ter considerado todas as alternativas possíveis.
     
  •  

     

  • Converse e consulte aqueles profissionais que se tornaram mais bem-sucedidos pós-mudança. Procure descobrir o que eles fizeram, como fizeram, por que fizeram, quanto tempo gastaram para concretizar seu sonho, o que tiveram de sacrificar e quais foram os seus ganhos.
     
  •  

     

  • Foque seu ideal e não tenha nenhum receio da mudança. Não se deixe distrair com os incidentes que chegam de fora.

    Caro leitor, reconheço que fazer uma mudança na carreira não é algo fácil como parece para muitos. Essa é uma decisão que envolve muitos stockholders - você, sua esposa, filhos, carreira atual etc. Portanto, não tenha pressa e não seja afoito em fazê-la. Quanto mais tempo dedicar ao seu estudo, análise e avaliação, melhor para você, sua carreira e para todos aqueles que o cercam.
  • ver mais dicas

    Destaques

    Currículo
    Cuidado na sua redação
    Carreira
    A Escolha da Profissão
    Sabe a diferença?
    Recolocação, Outplacement , Headhunting e Coaching
    Colunas
    Daniela do LagoDaniela do Lago
    Cezar TegonCezar Tegon
    Eugenio MussakEugenio Mussak
    Elaine SaadElaine Saad
    Gutemberg de MacêdoGutemberg de Macêdo
    Judith BritoJudith Brito
    Licia Egger MoellwaldLicia Egger Moellwald
    Luiz PagnezLuiz Pagnez
    Boletim
    Receba por e-mail o boletim do Emprego Certo

    É necessário informar um e-mail